Riscos de investir em comunicação: entenda antes de começar!

Tempo de leitura: 2 minutos

Uma das grandes questões na hora de se colocar em prática um projeto é: não importa o tamanho do orçamento, é preciso saber como gastá-lo. Por isso, é preciso entender e planejar muito bem para investir em comunicação, a fim de alcançar, senão todos, a grande maioria de seus objetivos.

Por isso, preparamos uma postagem bem simples, prática e objetiva, para ajudar você nessa tarefa. Vamos lá?

Planejando para investir em comunicação

Ninguém começa um projeto sem o desejo de acertar. Porém, a vontade não é suficiente para garantir que o que sua empresa está fazendo para investir em comunicação tenha um retorno satisfatório. É fundamental adotar a palavra “planejamento” como mantra e companheira constante.

É a partir do conhecimento do que se pode e se pretende atingir com orçamento que é possível mensurar as conquistas, para, no futuro, poder aplicá-lo em prol de ações e estratégias cada vez mais lucrativas para a sua marca e, assim, conquistar mais fundos para alçar voos maiores – e melhores.

Principais riscos

Não é apenas um planejamento ruim ou inexistente que pode jogar por terra o seu investimento. Na verdade, é preciso também saber administrar a execução e os resultados (parciais e gerais). Mas você sabe identificar os principais riscos envolvidos ao investir em comunicação, para evitar e corrigir? Listamos aqui os principais:

Errar o alvo do projeto

Comunicar significa passar adiante uma mensagem. Só que isso significa conhecer o receptor a fundo, saber o que interessa para ele, quais os canais, as linguagens e os formatos a serem utilizados. Isso significa pesquisar o comportamento do seu público-alvo, levando em consideração que ele sofre influências constantes.

Danificar a marca

Problemas no produto ou serviço, no atendimento, falhas na mensagem, no conteúdo oferecido… tudo pode acabar gerando crises que danificam a marca, o que pode significar um imenso revés na sua capacidade de estabelecer uma relação de confiança junto ao público e ao mercado. A comunicação pode ser o fator de decisão em muitos casos, ajudando a restabelecer a imagem ou acabando com ela de vez.

Gastar à toa

Entendemos que são muitas as possibilidades, entre canais, ferramentas, oportunidades, entre outros, além das pressões internas para obter o maior retorno possível ao investir em comunicação. Mudanças bruscas, eventos de última hora, novas ideias… se não prestarmos atenção, o orçamento escoa em itens que não geram retorno algum, transformando o investimento em gasto desnecessário.

Então… Como contornar os possíveis obstáculos?

O passo mais importante é conhecer a fundo todos os aspectos envolvidos no projeto de comunicação: empresa, marca, mercado, e, é claro, o próprio universo da comunicação, o que significa entender quais ferramentas e estratégias funcionam melhor para determinada situação, além de saber como administrar os acertos e as falhas causando o mínimo de impacto.

E é por isso que cada vez mais empresas vêm encontrando como solução a contratação de agências que possuem equipes capazes de administrar orçamentos de forma a obter sempre o melhor para a marca, culminando, logicamente, o aumento (quantitativo e qualitativo) das vendas.

Agora que você compreende melhor como investir em comunicação, queremos saber de você: como a sua empresa lida com esse investimento? Divida conosco suas experiências e compartilhe suas dúvidas nos comentários!

 

Compartilhe esse conteúdo!